Um grande avanço no combate ao diabetes mellitus tipo 1

Por Marco Augusto Stimamiglio                                                                                           Instituto Carlos Chagas – Fiocruz/PR

Marco - figuraÉ possível que estejamos mais próximos de encontrar a cura para o diabetes tipo 1. Ao menos, é o que sugere um estudo publicado no início de 2016, na renomada revista Nature Medicine. Neste estudo, os pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) demonstram que as células β produtoras de insulina, derivadas a partir de células-tronco humanas, foram capazes de reverter a condição do diabetes em animais de laboratório por um longo período de tempo. Esse avanço pode resultar um dia no fim das injeções diárias de insulina para aqueles que sofrem desta doença.

O diabetes tipo 1 é uma doença autoimune, que causa a perda das células β produtoras de insulina no pâncreas. O resultado disso é que a falta do hormônio insulina leva ao aumento da glicose (açúcar) no sangue (hiperglicemia), o que pode causar problemas sérios de saúde. Os portadores do diabetes tipo 1 devem testar os seus níveis de açúcar no sangue várias vezes ao dia e, então, administrar insulina através de múltiplas injeções diárias. Um fato complicador na rotina dos diabéticos é que as injeções sucessivas de insulina são incapazes de regular as necessidades do hormônio para controlar adequadamente seu metabolismo, o que pode levar a complicações maiores como, por exemplo, cegueira ou derrame. Neste sentido, utilizar células-tronco para se obter células secretoras de insulina, que possam ser utilizadas em terapias de reposição celular, é um grande avanço. Esta etapa já havia sido vencida em 2014, quando pesquisadores da Universidade de Harvard desenvolveram um método eficaz para se transformar células-tronco embrionárias em células β produtoras de insulina. Desta forma, as células transformadas foram capazes de reduzir os níveis de açúcar no sangue de camundongos hiperglicêmicos (link para o artigo científico). Porém, como o diabetes tipo 1 é uma doença autoimune, o sistema imunológico continua destruindo as novas células β transplantadas, de modo que esta técnica, por si só, não fornece benefícios duradouros. É neste ponto que o estudo atual tem sua grande valia! Neste estudo, os pesquisadores conseguiram burlar o sistema imunológico encapsulando várias células β em um gel de alginato modificado. Este gel foi capaz de “esconder” as células β, impedindo o ataque das células imunológicas e permitindo que elas continuassem secretando insulina. O uso desta estratégia terapêutica foi capaz de reduzir os níveis sanguíneos de açúcar em camundongos hiperglicêmicos por até 174 dias, que foi o tempo estabelecido para a realização dos experimentos.

A próxima etapa, para se confirmar a eficiência desta terapia, seria testar a estratégia em humanos portadores do diabetes tipo 1, permitindo que estes produzam sua própria insulina. Entretanto, esta etapa necessita ainda de muitos estudos, uma vez que as próprias células-tronco embrionárias utilizadas para gerar as células β secretoras de insulina permanecem tendo restrições para o uso em humanos. Já que as células-tronco embrionárias podem ser fontes geradoras de células tumorais. Para piorar, estas células últimas poderiam tornar-se tumores inacessíveis ao nosso sistema de defesa. Ou seja, ainda temos um longo caminho pela frente até podermos considerar as injeções de insulina uma coisa do passado!

Para acessar o artigo original, clique aqui.

9 comentários sobre “Um grande avanço no combate ao diabetes mellitus tipo 1

  1. Pingback: Cientistas descobriram que…

  2. Espero com muita ansiedade por este avanço ,que a cura seja uma realidade.
    Penso em modificar a origem das células tronco como:Utilizar de polpa dentária que na história não há nenhum relato de câncer

  3. Não vejo avanço nenhum e quando existe falam vai levar anos..até lá nossos filhos já se foram ou estão sofrendo já as consequências…por favor peço aos cientistas..estudiosos…médicos..que se dedicam mais a essa causa..que lutem mesmo….que serão abençoados por nossas preces e nosso pai…obrigada.

  4. Rosana ……Meu Deus era tudo que eu mais desejo nessa vida, que vcs cientistas descubram o mais rapido a cura…tenho um filho diabético sei como é duro…façam o que puder mais achem um cura por favor..

  5. Estou a espera por uma descoberta para a cura da diabetes tipo 1 a 27 anos.Nao tenho graças a Deus nenhuma das consequências da diabetes. Meus hábitos alimentares tem me ajudado muito a esperar por essa descoberta. Peço a Deus todos os dias em minhas orações para iluminar a mente dos cientistas.

  6. Quando Descobrir que a minha filha tinha ela estava com dois anos ,hoje ela está com 6 anos.
    Meu DEUS muitas pessoas estão sofrendo com está doença .
    Acho que já não foi concluído este método porque o lucro é maior para manter a doença e com a cura acabaria com a riquezas de muitos…

  7. Quando Descobrir que a minha filha tinha ela estava com dois anos ,hoje ela está com 6 anos.
    Meu DEUS muitas pessoas estão sofrendo com está doença .
    Acho que já não foi concluído este método porque o lucro é maior para manter a doença e com a cura acabaria com asriquezas de muitos…

  8. O mais lamentoso e tenebroso é saber que existe resistência por parate da indústria farmacêutica, travando e retardando a cura desse indiscritível mal, que maltrata e destrói, não só o paciente, mas toda a família do acometido por terrível mal. Tenho fé na força divina que vejo minha filha curada .

  9. tambem gostaria que achassem logo a cura pq descobri a duas semanas que nossa filha de dois anos e sete meses tem diabetes tipo 1. rezo pra que Deus opere um milagre e ela fique curada ou que descubram a cura, pq doi no coraçao ver ela chorar pra fazer o texte e pra tomar as insulinas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s