Máquinas sem óleo: do uso em satélites às geladeiras

Por Cristiano Binder                                                                                                                        Lab. de Materiais – Dpto. de Engenharia Mecânica – UFSC

Para ouvir o áudio do texto com o autor, clique aqui.

Cristiano - FiguraAtualmente, problemas de desgaste e corrosão representam perdas de 5% do PIB mundial, sendo que aproximadamente 35% de toda energia mecânica produzida no planeta é perdida por deficiência em lubrificação, sendo convertida por atrito em calor, o qual prejudica o melhor desempenho de máquinas pelo aquecimento. Em carros de passeio, por exemplo, as perdas de energia totalizaram 221.000 milhões de litros de combustível desperdiçados no mundo todo no ano de 2012. Estimativas dizem que em curto prazo Continuar lendo

Contaminantes emergentes: qual a qualidade da água que estamos consumindo atualmente?

Por Bruno José Gonçalves da Silva                                                                                                    Prof. Dpto. de Química – UFPR

Bruno JS - FiguraO assunto do post desta semana nos convida a fazer uma reflexão sobre um tema de extrema importância para todos nós: a qualidade da água para consumo humano! Você já parou para pensar se aquela garrafinha de água mineral, a dose fresca de água que sai do seu purificador ou da torneira da sua casa após passar pela estação de tratamento, é realmente livre de contaminação? Estudos recentes mostram que não! E os grandes vilões da vez são os chamados contaminantes emergentes… Continuar lendo

Regeneração de membros: estamos mais próximos da realidade?

Por: Giordano W. Calloni                                                                                                                    Dpto. de Biologia Celular, Embriologia e Genética – UFSC

Para ouvir o áudio do texto com o autor, clique aqui.

Nas famosas histórias em quadrinhos de um dos personagens mais adorados do Universo Marvel, o Homem-Aranha, temos a presença de um vilão que, com certeza, é um dos mais fascinantes do mundo dos gibis. Trata-se do Dr. Curt Connors, um médico cirurgião reservista que foi enviado para atuar na Guerra do Vietnã e acabou por perder seu braço Continuar lendo

Pesquisadores brasileiros investigam a estrutura da Via Láctea

Por Emille Ishida                                                                                                                   Pesquisadora no Instituto de Astrofísica Max Planck, Alemanha

Para ouvir o áudio do texto com o autor, clique aqui.

Representação artística do modelo mais aceito para a estrutura da Via Láctea. O nosso Sol se encontra a aproximadamente ⅔ do caminho entre o centro e a borda da galáxia. imagem: NASA/JPL-Caltech/R. Hurt (SSC/Caltech)

Representação artística do modelo mais aceito para a estrutura da Via Láctea. O nosso Sol se encontra a aproximadamente ⅔ do caminho entre o centro e a borda da galáxia.
imagem: NASA/JPL-Caltech/R. Hurt (SSC/Caltech)

Em muitas formas, a astronomia pode ser considerada um exercício de autoconhecimento. Como já discutimos anteriormente aqui no CDQ (ver Laniakea: um super-aglomerado para chamar de lar), muitas vezes estamos apenas tentando conhecer melhor nosso lugar no Universo. A situação não é diferente quando se trata da Via Láctea. Sabemos que vivemos em uma galáxia espiral e que o Sol se encontra a aproximadamente ⅔ da distância entre o centro e a borda. Continuar lendo