Uma montanha russa de luz

Por Paula Borges Monteiro
Grupo de Estudos em Tópicos de Física – IFSC

Na última semana de dezembro de 2016, foi publicado na revista científica Nature, um trabalho cujo título pode ser traduzido como “Trajetórias exóticas em loop de fótons em interferência de três fendas”. Em outras palavras, partículas de luz que encontram um obstáculo com fendas, podem, através destas, fazer voltas como aquelas que vimos em montanhas russas. Robert W. Boyd e mais 10 pesquisadores dos Estados Unidos da América, México, Canadá e Alemanha demonstraram experimentalmente que, em condições controladas, a luz executa trajetórias diferentes das esperadas. Para podermos entender o experimento que foi realizado com três fendas, vamos voltar um pouco no tempo e considerar primeiramente a mesma situação com apenas duas fendas. Continuar lendo