Muito sal na sua dieta pode enfraquecer o seu sistema imune

Por Daniel Fernandes, Departamento de Farmacologia UFSC

Que o excesso de sal pode aumentar sua pressão arterial e, portanto, o risco de outras complicações cardiovasculares, provavelmente você já sabia. Mas agora cientistas descobriram que o sal em excesso pode também comprometer o sistema imunológico, dificultando o combate a infecções.

Pesquisadores do Hospital Universitário de Bonn na Alemanha mostraram que camundongos alimentados com uma dieta rica em cloreto de sódio, o nosso conhecido sal de cozinha, apresentaram um quadro de infecção urinária mais grave do que os camundongos que receberam uma dieta normal.

Para entender o que estava acontecendo, os pesquisadores avaliaram a resposta dos neutrófilos, células brancas de defesa do sangue, que dão o primeiro combate a agentes invasores e são importantes para combater infecções bacterianas. Os pesquisadores mostraram que os neutrófilos isolados dos rins dos animais que receberam uma dieta rica em sal não foram capazes de matar bactérias (a chamada função bactericida) de forma eficiente. Portanto, a dieta rica em sódio pode agravar infecções por comprometer a função bactericida das células de defesa. Continuar lendo

Controvérsia à volta da suscetibilidade à gripe!

Por Rita Zilhão

Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, Portugal

Figura 1: Diferentes epitopos (representados por diferentes cores) da hemaglutinina. Fonte: Revista PNAS

Vamos outra vez falar do vírus da gripe (influenza), mas desta vez da controvérsia à volta da diferente suscetibilidade a este vírus.

Quando somos infectados pelo vírus da gripe, o nosso corpo desenvolve uma resposta imune produzindo anticorpos contra duas das principais proteínas da superfície viral, a hemaglutinina e a neuraminidase. Mais concretamente, a resposta é contra diferentes regiões (determinantes antigênicos) de cada proteína, designados de epítopos. Esses anticorpos são produzidos por um tipo de célula imune: a célula B. Se sofrermos uma segunda infecção, as células B, agora ditas de memória, pois reconhecem os mesmos epítopos que tinham desencadeado a primeira resposta imune, são reativadas e, por essa razão, muito rapidamente esta linha Continuar lendo