Prêmio Nobel 2017: medicina, física e química

Cientistas descobriram que… preparou um texto especial para nossos leitores. Reunimos três pesquisadores das áreas de Biologia/Biomedicina, Física e Química para explicar as grandes descobertas que renderam os prêmios Nobel de Medicina, Física e Química de 2017. Aproveitem!

 

Prêmio Nobel Medicina / Fisiologia: controle do ritmos circadianos Continuar lendo

Explorando o desconhecido por meio das visualizações contábeis e gerenciais

Por Vitor Klein Professor do Depto de Governança Pública da UDESC

Na arte do holandês Cornelis Cort (1533-1578), a dama retórica se inclina enquanto um jovem recebe instrução sobre retórica. Parte das Sete Artes Liberais, a retórica tinha como base a gramática e a lógica. Paolo Quattrone explora como a retórica pode nos ajudar a entender o papel das visualizações contábeis e gerenciais.

Minha esposa costuma dizer que só existe uma profissão mais entediante que a de dentista: a de contador. Considerando que ela é escritora, faz todo sentido. Afinal, se a imaginação é o eixo de sua arte, a contabilidade se ocupa do universo árido do real. Números, indicadores, balanços e gráficos costumam informar, dizem por aí, sobre um estado objetivo da realidade, e cabe a contabilidade suprimir incertezas e ambiguidades normalmente atribuídas à esfera da política e da arte. Paolo Quattrone (2017), no entanto, questiona essa dicotomia ao oferecer uma perspectiva alternativa sobre o papel das visualizações contábeis e gerenciais.

Continuar lendo

Big Brother Ecológico: madeira transparente pode substituir paredes e vidros em nossas casas!

Por Bruno José Gonçalves da Silva                                                                                                    Prof. Dpto. de Química – UFPR

Instituto Real de Tecnologia KTH da Suécia/Divulgação visto através da madeira transparente.

Instituto Real de Tecnologia KTH da Suécia/Divulgação visto através da madeira transparente.

Rotineiramente vemos nos noticiários alguma descoberta fascinante que diz respeito à busca por energias renováveis que supram as necessidades cotidianas de todo o mundo. Exemplos disso são as usinas eólicas e as tão estudadas células solares, que foram apresentadas aqui mesmo no “Cientistas descobriram que…” em postagem realizada, no dia 03 de maio de 2016, pela Profa. Keli Fabiana Seidel, da UTFPR. É um tema que sempre desperta a atenção dos pesquisadores, Continuar lendo

Mais um passo em frente na cura de doenças por terapia gênica: o sistema CRISPR

Por Rita Zilhão                                                                                                                                          Faculdade de Ciências de Lisboa – Portugal

Em 1989 foi, com aprovação oficial, realizada a primeira transferência de genes para humanos. Desde então, têm sido desenvolvidas estratégias de transferência de genes “saudáveis” para indivíduos portadores de doenças que resultam de alterações na sequência dos genes (mutações), numa tentativa de correção Continuar lendo

Prêmio Nobel 2015: medicina, física e química

Cientistas descobriram que… preparou um post especial para nossos leitores. Reunimos três pesquisadores das áreas de Biologia/Biomedicina, Física e Química para explicar as grandes descobertas que renderam o prêmio Nobel de Medicina, Física e Química de 2015. O prêmio Nobel é o reconhecimento mais importante que um cientista pode receber. Aproveitem! Continuar lendo

Podemos desenvolver câncer de pele mesmo na sombra

Por Andréa Chaves e Renata Kiatkoski Kaminski                                                                       Instituto de Química – UFG e Dpto. de Química – UFS

Renata e Andrea - FiguraA busca pelo bronzeado perfeito tem contribuído para o aumento da exposição aos raios UVA e UVB. Estas radiações podem ocasionar mutações no DNA, as quais são constantemente relacionadas à prevalência de câncer de pele. No entanto, a ideia de sentar sob a sombra de um guarda-sol, após um banho de mar ou de piscina, parece relaxante e inofensiva para nossa pele. Mas não é bem assim, um grupo de cientistas Continuar lendo