Forças físicas explicam as dobras do cérebro humano

Por Paula Borges Monteiro                                                                                                        Grupo de Estudos em Tópicos de Física – IFSC

Comparativo entre cérebro humano e modelo em origami

Comparativo entre cérebro humano e modelo em origami

O Cérebro humano possui um formato, no mínimo, curioso (Figura 1a)! Um desafio científico é explicar a origem de tal engenharia, que na Figura 1b é imitada usando-se a famosa arte japonesa: o origami. Você sabia que a causa desse aspecto enrugado do cérebro humano ainda não é conhecida? Sabe-se que a formação das dobras, ou seja, dos giros e sulcos presentes na camada externa do cérebro, Continuar lendo

50 tons de preto

50 tons de preto

Por Paula Borges Monteiro                                                                                                        Grupo de Estudos em Tópicos de Física – IFSC

Este texto não é sobre um novo livro que deve virar filme, estrelado por Christian Black, mas sobre o quão escuro pode ser um objeto. Quando abrimos os olhos ao acordar, certa quantidade de luz atinge as nossas córneas, que são as primeiras estruturas do nosso sistema óptico responsável pela informação visual. Só podemos perceber objetos, pessoas, animais etc., que emitem luz ou que refletem a luz de alguma fonte luminosa. Quando não há luz, esta não atingirá os nossos olhos e perceberemos o preto ao nosso redor. Continuar lendo

Não devemos duvidar da estranha natureza quântica

Por Paula Borges Monteiro                                                                                                        Grupo de Estudos em Tópicos de Física – IFSC

Provavelmente você já deve ter ouvido a palavra emaranhamento ou entrelaçamento e talvez até relacione-as com Física Quântica. É isso mesmo, o emaranhamento é um fenômeno observado na natureza que só pode ser explicado pela física quântica, não pela Física Clássica. Continuar lendo

Prêmio Nobel 2014: medicina, física e química

O Prêmio Nobel é o maior prêmio que um cientista pode receber. É oferecido todos os anos aos cientistas que fizeram grandes descobertas. Cientistas descobriram que… preparou um post especial para nossos leitores. Reunimos três pesquisadores das áreas de Biologia/Biomedicina, Física e Química para explicar as grandes descobertas que renderam o prêmio Nobel de Medicina, Química e Física de 2014. Aproveitem! Continuar lendo